Tutorial: Como preencher um formulário rafflecopter

Resenha: Viagem ao Centro da Terra – O Filme

4 de abr de 2012

Venho aqui trazer mais uma resenha de filme. Espero que gostem.

Viagem ao Centro da Terra – O Filme 
Titulo Original: Journey to the Center of the Earth
Direção: Eric Brevic
Roteiro: Michael Weiss, Jennifer Flackett e Mark Levin
Produção: New Line Cinema, Walden Media
Distribuidora: Playarte Pictures
Ano: 2008
Avaliação: Regular




Sabe quando uma ótima idéia acaba se tornando uma coisa medíocre? É exatamente isso o que acontece com Viagem ao Centro da Terra – O Filme (2008), ele tinha tudo para ser uma aventura memorável, bem ao estilo Jurassic Park; um elenco razoável, um bom orçamento e uma boa premissa, mas acabou virando um filminho, para se ver e esquecer. Não estou exagerando, eu o comprei super empolgado, pois as aventuras fictícias de Jules Verne sempre chamaram minha atenção. Eu estava certo que iria ver uma aventura no mínimo empolgante. Infelizmente estava enganado.

O filme fala de Trevor Anderson (Brendan Fraser), um professor, que tenta a todo custo manter as pesquisas sobre magma, que seu irmão Maxuell, deu inicio, antes de desaparecer misteriosamente durante uma expedição de pesquisa, 10 anos atrás.

Trevor descobre nos pertences de seu irmão, o livro, Viagem ao Centro da Terra, de Jules Verne, dentro dele há várias anotações sobre a pesquisa do magma e sobre o último lugar em que o pai de seu sobrinho, Sean (Josh Hutcherson) foi visto.

Quando faz essa descoberta ele está cuidando de Sean, por alguns dias e por isso é obrigado a levá-lo para a Islândia em busca de respostas. Lá se unem a guia de montanhas Hanna (Anita Brien) e acabam indo parar no Centro da Terra, descrito no livro de Verne, lá eles tem que enfrentar alguns perigos como dinossauros, rochas magnéticas, plantas carnívoras e piranhas gigantes.

Como podem ver a premissa é interessante, trazer a obra clássica de Julio Verne, Viagem ao Centro da Terra para os dias atuais, com um elenco razoável, estrelado pelo matador de múmias Brendan Fraser, e o jovem astro Josh Hutcherson, o filme têm vários elementos, que dariam uma ótima aventura, mas são solucionados de maneiras tão simples que decepcionam, deixando o filme com um ar de “é só isso?” Faltou mais aventura, mais realismo na reação dos personagens ao ver coisas tão inacreditáveis, pode se perceber a falta de detalhes na produção, os cenários são simples, a maquiagem é medíocre e o personagem de Josh Hutcherson é responsável pelos trocadilhos mais sem graça que já vi. Apesar disso tem pequenos momentos de aventura, que devem ser ótimos, quando vistos em 3D, embora não salvem esse fiasco.

Viagem ao Centro da Terra – O Filme deve agradar crianças de até 10 anos, e talvez os pais que querem deixar os filhos calados por algum tempo. Essa é a maior falha do filme, ser feito para crianças e apenas para elas.




Curiosidades
  • O Livro Viagem ao Centro da Terra de Julio Verne foi publicado originalmente em 1864;
  • O Livro Viagem ao Centro da Terra foi o primeiro a representar uma luta de dinossauros na literatura;
  • Josh Hutcheson tem um professor particular, que o ensina desde seu primeiro papel de destaque no cinema, no filme, Papai Bate um Bolão (kicking & Screaming);
  • Três receitas diferentes foram testadas, até se conseguir a textura desejada pelo diretor, para a saliva do dinossauro;
  • O filme foi o primeiro totalmente gravado em 3D, dois anos antes da evolução tecnológica trazida pelo filme Avatar;
  • O filme teve um sucesso estrondoso nas bilheterias, o que garantiu a continuação, em 2012, Viagem 2: A Ilha Misteriosa (Journey 2: The Misterious Island).

A continuação não possui qualquer ligação com o primeiro filme, a não ser pela presença do ator John Hutcheson, interpretando Sean.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

25 comentários:

  1. Como sempre uma resenha muito boa Dan ^^
    Viagem ao Centro da Terra, tenho vontade de ver, muita mesmo. Sei que sua resenha foi criticando muito o filme, mas olha esse dinossauro, preciso ver isso kkk, mesmo me decepcionado. Continue assim ^^ um ótimo crítico.

    ResponderExcluir
  2. Nossa... o filme parece ser bem interessante e aventureiro!!! Gostei de mais!!!

    Beijos, Lucas
    ENL

    ResponderExcluir
  3. Eu tinha muita curiosidade de assistir a esse filme, mas depois da sua resenha, não sei não... =( Sou fã do Julio Verne, e amei o livro Viagem ao Centro da Terra, mas aparentemente o filme não convence... tem bastante efeitos especiais e tal, mas não tem cara de agradar aos fãs do autor! o.O
    Adorei a resenha!
    Bjus
    Paty Algayer - http://www.magicaliteraria.com/

    ResponderExcluir
  4. Nunca tive muita vontade de assistir (ainda mais agora! ahahah), mas meus professores dizem que passa algum conhecimento científico, não seeii né.. Enfim, vou continuar sem ver.

    ResponderExcluir
  5. Nossa, esse livro me lembra 'Olhos Famintos'.. tem TUDO para ser bom, mas é uma droga.. É muito chato quando isso acontece, por que convenhamos, é um desperdício de ideias.. Mas quem sabe o segundo filme não seja melhor (mesmo não tendo nada a ver com o primeiro.. tsc,tsc,tsc) Mas enfim, dou uma chance para a continuação :)
    Critica muito boa a sua!!

    Abraços,
    Fernando

    ResponderExcluir
  6. Olá Daniel!

    Cara eu nunca tive um curiosidade de ver esse filme, enfim nunca curti filmes nesse sentido e nem conhecia esse autor. Por isso adorei visitar aqui pra conhecer um pouco mais, parabéns e sucesso para o blog. Estou seguindo se quiser e puder faça o mesmo, e tem promoção rolando no meu blog então aproveite.

    Grande abraço!

    http://weboysforlife.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Nunca tinha assistido esse filme, e depois de ler a resenha não me animou muito rs.
    Gosto de filme que me prenda do começo ao fim, que eu fique lembrando dele por um bom tempo.
    Como sempre a resenha perfeita.
    Novo post no blog, passa lá?
    manuscritodecabeceira.blogspot.com
    Bjs.

    ResponderExcluir
  8. Ja assisti ao filme, mas não em 3D.
    Quando vi achei legalzinho, mas só. Não é uma daquelas aventuras de tirar o folego.Achei tudo meio absurdo rs
    adorei a resenha
    bjs

    ResponderExcluir
  9. Ah, que pena, ele parece ser tão bom, as imagens dele apresentam isso, mas se você diz que ele é tão ruim assim, perdi totalmente a vontade de assisti-lo, mas mesmo assim a sua critica foi muito boa, eu não entendo como eles conseguem destruir o filme desse jeito, e além de tudo os atores são muito bons, mas enfim né, fazer o que.
    Muito boa a sua resenha!!
    Adorei o blog, se puder dar passadinha lá no meu serietrinita.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Eu assisti o filme e gostei muito, tem uma produção ótima!
    Não é um daqueles livros que a gente fica suspirando, mas eu gostei. :D

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  11. Eu assiti e uma otima aventura , um fime bom demais , apesar de alguns que n goste !!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  12. amei esse filme acho ele muito incrivel

    ResponderExcluir
  13. Eu tambem não achei o filme uma ótima história,achei que ia ter mais aventuras

    ResponderExcluir
  14. não tenho 10 anos mais me agradou o filme rsrs,

    ResponderExcluir
  15. Qual é o que nao tem os dinossauros

    ResponderExcluir
  16. adorei o filme ,o assisti , n sei pq n gostou; mas cada um tem seu gosto!rsrs

    ResponderExcluir
  17. o filme e demais estou ate falando sobre ele na minha escola gosto muito parabens as criadores e aos personagens pela bela atuaçao eu sou assim tambem gosto de fazer peças vou falar com o professsor pra mim fazer uma peça sobre ele eu amei o filme

    ResponderExcluir
  18. eu ja assisti esse filme na minha escola eu gostei muito. Voce que nao
    assistiu ainda vai se surprender com esse filme ele e otimo

    ResponderExcluir
  19. o filme parece ser legal e interessante amanha eu vou olhar

    ResponderExcluir
  20. Esse filme realmente é muito chato e a minha profª quer o que eu veja apenas para fazer um resumo idiota.

    ResponderExcluir

 
© Copyright 2014. Todos os Direitos Reservados.