Tutorial: Como preencher um formulário rafflecopter

[Resenha] O Falso Príncipe, de Jennifer A. Nielsen

22 de set de 2013
Título: O Falso Príncipe
Autora:  Jennifer A. Nielsen
Ano: 2012
Páginas: 295
Editora: Verus
Classificação:  Ótimo

Sinopse: Quando uma guerra civil está prestes a explodir num reino muito distante, um nobre chamado Conner tem uma ideia ousada para tentar unificá-lo: procurar por um garoto que se passe pelo filho desaparecido do rei para assumir o trono. Esta é a trama de O falso príncipe, primeiro volume da Trilogia do Reino.

Quatro órfãos são, então, forçados a competir pelo papel. Dentre eles, está o rebelde e esperto Sage. O menino sabe que os motivos do nobre Conner são questionáveis, mas sua vida está por um fio. Se ele não for o escolhido, será morto. Seus rivais têm suas próprias táticas na batalha e Sage sabe que não pode confiar em ninguém. 
Após se mudar do orfanato miserável em que vivia para o suntuoso palácio de Conner, os planos de seu novo mestre vão ficando cada vez mais evidentes até que finalmente a terrível verdade é revelada, mostrando-se muito mais perigosa do que o menino poderia supor.

O reino de Carthya perdeu a família real, toda ela foi assassinada e não sobrou ninguém para ocupar o trono. Com medo de uma possível guerra civil ocorrer, um dos vinte regentes, Conner, resolve por em pratica um plano, que se der certo, o reino de Carthya manterá em paz, senão, o destino do reino é incerto e desse regente é a forca.

O plano de Conner é colocar no trono, um príncipe falso, que seria o príncipe Jaron, o caçula da família real, que desapareu há quatro anos. Como nunca teve noticias, de uma possível morte do garoto, o regente tenta aproveitar desse fato para dizer aos outros regentes que o encontrou. Para isso, Conner visita vários orfanatos e recruta quatro garotos, que se parecem com o Jaron, para disputar esse papel.

Durante duas semanas, os meninos serão treinados, para no final, apenas um seja o escolhido.

O livro é narrado em primeira pessoa, por um dos meninos, Sage. Quando lemos um livro de fantasia, em primeira pessoa, muitas vezes não funciona muito bem, ficamos presos nos pensamento do personagem e toda a magia fica presa, mas nesse livro ela funcionou muito bem. Temos a visão sobre o olhar de Sage sobre esse plano maluco do Conner, temos a impressão que já sabemos quem será o escolhido, mas ao longo da narrativa, vamos percebendo que não é bem assim e ela te surpreenderá.

A narrativa é dinâmica e uma mistura de A seleção, na parte da disputa pelo trono e Jogos Vorazes, pois a vitoria, não significa virar apenas um príncipe e sim, sobreviver, pois aqueles que sobrarem irão morrer. Mas já deixo claro, que não tem nada de distopia, é só essas duas ideias, mas desenvolvidas para o gênero de fantasia.  

Os personagens são muito bem construídos, seus perfis são bem delineados, sabemos muito bem o caráter de cada um, o que cada um esta disposto para fazer e não temos muitas surpresas vindo dos personagens secundários, que foram desenvolvidos desde o começo para serem sempre da mesma maneira, agora o nosso protagonista, Sage, é que nos surpreende em cada nova página. Um garoto muito jovem, que amadurece muito rapidamente, que em vários momentos parece ter muito mais idade do que realmente tem, mas tem momentos que mostra seu lado infantil e nos tira muitas gargalhadas. Além disso, ele é teimoso, irônico, metido a sabe tudo e se acha o valentão, que vive se colocando em várias confusões, porém não podemos negar que ele é inteligente.

O livro tem um grande segredo, que irá deixar todos de queixo caído. A autora soube muito bem conduzir o leitor, para o caminho que ela queria que acreditássemos que fosse a verdade e o caminho certo, para depois da página 200, ela nos surpreender e nos deixar com aquele ar de indignação, de como eu não perceber isso antes.

Como o livro faz parte de uma trilogia, muitos irão achar que ele não tem um final concluído, que muitas perguntas não serão respondidas, mas podem ficar calmos que esse livro tem um final bem resolvido e as perguntas são todas respondidas . Foi ai que eu não entendi o motivo de ser uma trilogia, já que tudo foi resolvido nesse primeiro volume, mas irei esperar até novembro, onde acontece o lançamento do segundo volume, para ver o que me espera.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

2 comentários:

  1. Oi! ^^
    Nossa! Adoro fantasia! Ainda mais livros que não estão amarrados em uma sequencia. Ainda não conhecia esse livro. Vou colocar na minha lista e assim que tiver a oportunidade irei ler! :)

    Beijusss;
    http://hipercriativa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. oiiiii eu já li esse livro 2 vezes e ele é otimo meu livro favorito. e eu nem desconfiava do segredo do sage , me surpreeendeu bastante

    ResponderExcluir

 
© Copyright 2014. Todos os Direitos Reservados.