Tutorial: Como preencher um formulário rafflecopter

[Resenha] Feios, de Scott Westerfeld

22 de jan de 2014

Título: Feios
Autor:  Scott Westerfeld
Ano: 2010
Páginas: 415
Editora: Galera Record
Classificação: Muito Bom

Sinopse: Tally está prestes a completar 16 anos, e ela mal pode esperar. Não para dar uma grande festa, mas sim para se tornar perfeita. No mundo de Tally, fazer 16 anos significa passar por uma operação que a transformará de “feia” em um ser incrivelmente belo e perfeito, e lhe dará passe livre para uma vida de glamour, festas e diversão, onde seu único trabalho e aproveitar muito.
Mas Shay, uma das amigas de Tally, não está tão ansiosa assim: prefere se arriscar fora dos limites da cidade. Quando Shay foge, Tally vai conhecer um lado totalmente diferente desse mundo perfeito e, acredite, não é nada bonito.



"Em um mundo de extrema perfeição, o normal é feio."

"Não há beleza perfeita que não contenha algo de estranho em suas proporções." Francis Bacon

Os feios são pessoas que ao completar 12 anos, deixam de ter um rosto bonitinho de criança e passam a serem feios, desproporcionais, desengonçados. Ficam se sentido assim até os 16 anos, vivendo na Vila Feia, onde estudam e moram todos juntos, bem longe dos seus pais perfeitos.
Aos 16 anos a pessoa passa por uma cirurgia, onde todos os defeitos irão desaparecer para surgir uma pessoa linda, sem nenhum arranhão no corpo, nem nada desproporcional. Estarão perfeitos!

Tally tem 15 anos e está contando os dias para seu aniversário, desde que seu amigo Peris se tornou perfeito. Ela não vê a hora de se tornar uma para revê-lo e curtirem todas as festas de perfeitos juntos.

Enquanto aguardava pelo seu aniversário, Tally conhece Shay, uma garota que não sonha em ser perfeita e que deixa Tally horrorizada. Como alguém gostaria de viver feio pelo resto da vida? Ela não conseguia entender como isso era possível.

Por incrível que pareça, Tally e Shay fazem aniversário no mesmo dia, e se tornarem perfeitas juntas estava deixando Tally animada, mesmo com a ideia louca de Shay não se tornar perfeita. Tudo ia bem, até que Shay foge para um grupo de pessoas que não aceitam se tornarem perfeitos, que não veem nada demais em ficarem com suas aparecias normais.

Tally por um momento fica triste por ter perdido a amiga, mas e daí? Ela que foi burra e quis se aventurar no meio do nada, não quis se tornar perfeita e preferiu viver eternamente com uma aparecia de feia. Logo Tally estará perfeita, curtido muitas festas na Nova Perfeição, cidade dos perfeitos.  Mas seus planos irão por água a baixo, quando ela finalmente completa seus sonhados 16 anos e as autoridades a obrigam a entregar à amiga, senão ela não se tornará perfeita. Será que Tally vai dedurar amiga para se tornar perfeita ou viverá feia só para salvá-la?

Quando eu peguei o livro, não estava interessada no enredo, sempre via muitas pessoas falando bem, até que um dia resolvi conferir essa história distópica. E quando terminei de ler, me surpreendi com tudo.

O começo do livro é um pouco confuso, pois não fala muitos detalhes sobre a sociedade, como ela funciona, como ela é dividida, se existe faculdade, como o governo paga todas aquelas transformações e como alguém aceita isso de ser feio. Faltou um pouco de introdução nesse universo de perfeição, mas ao longo da leitura algumas coisas são respondidas.

O livro é narrado em terceira pessoa e enredo prende bastante atenção. A história é inovadora, fala de problemas sociais que temos hoje em dia e leva a muitas reflexões.

Os capítulos são curtos, e isso faz com que a leitura seja rápida e fluida.

O livro se passa numa época após um colapso na nossa sociedade moderna, nós destruímos a atmosfera, poluímos a água, destruímos as florestas e por isso somos chamados de Enferrujados. Isso leva a uma reflexão que se não mudarmos as coisas, tudo só tendem a piorar tornando nossa sociedade tão reduzida quanto no livro. Eles são sustentáveis e criticam como nós fomos capazes de fazer isso com a natureza, pois ao destruí-la, estamos destruindo a nós mesmos. Mas é só um assunto de fundo, para uma pequena reflexão.

A justificativa para as pessoas se tornarem perfeitas, pelo governo, é que aparência na nossa sociedade é muito levada a sério e eles não queriam que isso influenciasse na decisão de contratar uma pessoa, de sair com uma pessoa. A perfeição ajudaria as pessoas respeitarem apenas o intelecto e o jeito de ser do ser humano. Esse conceito-base do livro é realmente uma questão seríssima. Realmente, hoje em dia vemos que se uma pessoa não está no “padrão de beleza” da sociedade ela é excluída e humilhada. Então foi interessante de ver a preocupação de todos serem iguais para não haver nenhum tipo de discriminação por você não seguir os padrões. Porém também temos os problemas dessa perfeição, que também faz questionar, até que ponto o governo pode tomar a decisão sobre suas escolhas, em criar um padrão a ser seguido? Ou então você pode sofrer graves consequências por isso.

“Todo mundo julgava os outros pela aparência. As pessoas mais altas conseguiam empregos melhores, e o povo votava em certos políticos só porque eles não eram tão feios quanto a maioria.” Página 47

Os personagens do livro são bem construídos e Tally no começo é chatinha, mas ao longo da história vai amadurecendo e realmente vendo todos os lados positivos e negativos dessa sociedade de perfeições. 

Algo que me irritou um pouco, é que eles não sabiam o que eram bonecas, um helicóptero, nada que foram dos enferrujados, não sei se foi uma forma do governo apagar o passado desastroso da humanidade, mas deveria existir mais informações sobre os enferrujados. Esse aspecto também acontece no livro A Cidade das Sombras, de Jeanne Duprau.

Indico esse livro para quem quer ler algo que leva a reflexões, mas ao mesmo tempo é divertido, original e inovador.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

40 comentários:

  1. Este é um dos livros que quero ler há mais tempo, mas ainda não tive oportunidade (dinheiro, no caso! rs).
    Acho que a proposta da série é muito bacana, fornecer entretenimento e ao mesmo tempo questões bastante sérias e relevantes sobre a sociedade, nossos costumes, hábitos e valores.
    Gostei muito da resenha e reforçou minha vontade de ler o livro.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Estou querendo ler esse livro já faz um bom tempo. Gostei muito da sua resenha e achei ela maravilhosa. Ainda pretendo ler esse livro esse ano, pode crer. É só sobrar um dindim para comprar.

    ResponderExcluir
  3. Engraçado o contraditório desse governo: tornar a todos bonitos e supostamente perfeitos, para que sejam admirados e reconhecidos pela inteligência, não pelo aspecto físico... o quê? Supervalorizando a imagem estarão 'igualando' as pessoas? Excelente ideia para reflexão.
    Depois pensei: é uma crítica ao que nossa sociedade hoje explora e exige, que sejamos belos e sarados, além de competitivos e inteligentes.
    Gostei, o autor é sagaz, quero ler.

    ResponderExcluir
  4. na primeira vez que vi este livros nas prateleiras, pensei que fosse mais um daqueles livros do tipo "Três semanas e UAU..."(esse livro existe mesmo e o titulo é mais ou menos esse), só descobri que se tratava de uma distopia quando começaram a lançar as sequencias. Achei super interessante a ideia, uma discussão sobre a importância que o mundo moderno dá a aparência. Preciso rever meu conceito sobre essa serie e dar uma chance ao livro.

    ResponderExcluir
  5. Feios me cativou. Ainda não li os outros livros, mas pretendo.
    A história é cheia de lições embutidas, emoção e uma aventura bem gostosa de ler. Ótima resenha!

    ResponderExcluir
  6. Já tenho este livro a um tempo, mas ainda não cheguei a ler... afinal, a fila de livros não lidos está enorme, e anda difícil encaixar ele! o.O Mas, depois da sua resenha, fiquei com vontade de ler...

    ResponderExcluir
  7. Tenho só um pouco de interesse por esse livro e pela série.
    Acho a ideia bem diferente e original, mas nao é do estilo que gosto de ler.
    Um dia vou dar chance para ele, porém vai demorar haha

    ResponderExcluir
  8. Eu acho que sou a unica que não gostei desse livro! Achei a história boa mas o desenrolar fraco! Esperava bem mais do livro. Mas não nego que o livro te faz refletir um pouco, mas Scott poderia ter desenvolvido melhor a historia!

    ResponderExcluir
  9. Nunca me interessei muito por essa série, acho que ouvi algumas críticas que me desmotivaram... seus comentários me incentivaram um pouco, mas ainda não o suficiente. Já tenho muitos livros na lista de espera.

    ResponderExcluir
  10. Oie!
    Eu adoro essa série, você começa a ler e dá vontade de parar só no último livro, assim, direto.
    Concordo que a Tally é bem chatinha no início, mas ela depois vai amadurecendo, como você mesma, pontuou.
    E fora que tem o David, aiai, *suspirinhos* hahaah
    Bejinhos

    ResponderExcluir
  11. gente sou doida pra ler essa serie.
    curti a resenha

    ResponderExcluir
  12. Desde sempre quis ler essa série justamente pela crítica social que ele aborda e já tenho esse livro, mas me falta os outros três, quando eu tiver todos eu vou ler o primeiro.

    ResponderExcluir
  13. A ideia do autor é muito criativa e faz jus a nossa realidade. Com certeza é uma série que gostaria de acompanhar. Acho que seria bem indicada, principalmente as pessoas que julgam pela beleza.

    ResponderExcluir
  14. Eu já li o livro e gostei muito e adorei a escrita do autor e a mensagem que eles estava tentando passar. Agora estou lendo Especiais, mas confesso que não estou gostando tanto quanto o primeiro, desde o segundo livro o autor pegou um caminha na estória que não me agradou muito, espero que terminando a leitura isso mude.

    ResponderExcluir
  15. Eu estava quase desistindo de fazer a leitura desse livro até ler a sua resenha. Realmente é um livro que leva à reflexão. Infelizmente vivemos em uma sociedade que impõe os padrões e se você não os seguir, é excluído. Achei interessante a ideia do autor em criar esse mundo em que aos 16 anos todos devem passar pela cirurgia e se tornar perfeitos para que fiquem iguais e não sofram exclusão. Fiquei bastante curiosa pela leitura!

    ResponderExcluir
  16. Já lia a série toda, e realmente o livro nos leva a várias reflexões, como nos pontos em que você falou sobre desmatar e poluir mas nos leva a pensar também em outros pontos, em outros lados como o fato de que não temos tantas opções assim contando o fato de cortar árvores e comer carne de animais, poderíamos continuar com isso se plantarmos outras no lugar e tals. Voltando a falar sobre a série, não gostei tanto dos outros livros, acho que foi porque não aconteceu o que eu esperava, a cada livro acontece coisas que não deveriam acontecer na minha mentalidade, mas tem gente que gosta, sei lá. Beijos

    ResponderExcluir
  17. Estou precisando de um livro bem reflexivo a cerca dos padrões sociais, e coisas do tipo! A capa de toda essa série é maravilhosa. Só agora eu tive coragem para ler a sinopse do livro, e ler alguma resenha a respeito dele. A capa já era instigante, imagine agora que li a resenha. Preciso arrumar graninha para comprar logo essa série, e ter minha visão sobre a obra! Beijos.

    ResponderExcluir
  18. Já faz tempo que vejo pessoas comentando sobre o livro, mas nunca li nenhuma resenha e nem sinopse da história. Parece ser um livro fantástico. Adoro livros reflexivos. Estou lendo A Gente Ama, A Gente Sonha, da Fabiana Ribeiro e é bem nesse feitio. Praticamente um outro mundo.
    Não sei se foi só comigo, mas essa capa da um pouco de medo. Rs. Ficar encarado ela é realmente assustador.

    ResponderExcluir
  19. Gosto de livros que nos façam refletir. É a primeira vez que ouço falar nesse livro, e de primeira vista eu gostei dele, deu uma vontade de ler (:

    ResponderExcluir
  20. Minha primeira impressão antes de ler: Feio e com uma capa tão bonita? Como assim?
    kkkkkkkkkkk
    É um livro com uma estória que nunca vi antes, é novidade para mim! Deve ser muito interessante e gosto de ler coisas novas!

    ResponderExcluir
  21. Já tive muito interessada nesta série, mas depois, sei lá pq, perdi o interesse, e agora estou dando um tempo nas séries, sabe?

    ResponderExcluir
  22. Eu tenho esse livro aqui em casa, que ganhei em uma promoção, mas ainda não consegui pega-lo para ler. Mas depois dessa resenha já sei que esse será o próximo livro que irei ler. Outro motivo de eu não tê-lo lido ainda é que, como muitas pessoas tem falado bem da série, tenho medo de acabar o livro querendo ler o segundo volume logo, e como não o tenho aqui em casa, não sei quando conseguirei comprá-lo! hehe

    Beeijos,
    iSteh

    ResponderExcluir
  23. Não vejo a hora de começar a ler essa série.. Já comprei os livros, mas estão parados na estante. O problema é que tenho tantos livros na lista de espera que eu acho que nunca vou ler Feios hahaha (brincadeira)

    ResponderExcluir
  24. Como deve ser a cabeça dessas pessoas quando dizem que elas são feias e ridículas? Deve ser humilhante, depressivo. tem caso de pessoas se suicidando ou cometendo assassinato? Realmente a história parece bem inovadora. É isso que eu penso, quando destruímos a natureza, estamos destruindo nós mesmos. Gostei da justificativa do governo para as pessoas se tornarem perfeitas e parece ser um livro interessante realmente. Espero que o submarino coloque os livros por 9,9 novamente para poder comprar.

    ResponderExcluir
  25. Sou fã de distopias e tento ler a maioria delas. Achei a abordagem dessa série uma das melhores, pois trata justamente dessas questões de padrões de beleza que você explanou na resenha. Essa tornou-se mais uma que quero ler.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  26. Eu me decepcionei com Feios. Achei a ideia do autor super original, mas achei que ele não soube desenvolver mto bem.
    Até a página 100, nada acontece, eu sofri para continuar a leitura. Os "rebeldes" retratados parecem crianças que só não querem passar pela cirurgia por pirraça.
    Disseram que Perfeitos é mto bom, mas resolvi não ler mais a trilogia.

    ResponderExcluir
  27. Meu sonho de consumo!
    Amo distopias e este livro parece ser uma ótima distopia! Adorei sua resenha e só pela resenha percebi a mensagem que o livro quer passar para o leitor e a achei bem interessante, agora é só torcer para ter a oportunidade de ler o livro!

    ResponderExcluir
  28. Oi,

    Eu realmente não sei o que pensar dessa distopia, mesmo que não entenda a minha dúvida já que ouvi muitos comentários positivos. rs'

    mas, acho que no fim vou acabar lendo rs' Só pra tirar uma real conclusão, porque o livro em si parece ter uma discussão importante sob a forte temática da distopia; o quanto o mundo realmente governa o modo como definimos se uma pessoa é bela ou não, quem inventou o padrão?

    ~> Beijusss...;*

    ResponderExcluir
  29. Não li essa série ainda, nenhum livro.
    Mas deve ser realmente muito boa para todos comentarem positivamente (a maioria). Distopias é uma moda que misericórdia, ainda bem que a maioria das distopias que ando lendo estão razoáveis.

    ResponderExcluir
  30. Interessante a temática dessa série.
    Realmente nos faz refletir sobre a nossa sociedade e o que deve ser valorizado.
    Confesso que o nome do livro, e a capa não me chamaria a atenção.
    É por isso que é bom lermos resenhas neh

    ResponderExcluir
  31. Tenho uma mega vontade de ler os livros desse autor serio, acho que o tema que ele desenvolve nesta serie, é bem diferente e original. Nao vejo a hora de poder ler >3

    ResponderExcluir
  32. Esse é um livro que agradou a grande maioria, li vários comentários positivos.
    A premissa é muito boa, pois essa questão da super valorização do que seria o corretamente e aceitável "belo" da sociedade em que vivemos e como isso nos influencia no cotidiano.
    Deve render boas reflexões...

    ResponderExcluir
  33. Me apaixonei pela sinopse dessa coleçao desde da primeira vez. Mas ainda não consegui achar uma promoção boa E que eu tenha dinheiro! São os primeiros da minha lista de espero!

    ResponderExcluir
  34. Olá Bianca, nossa eu tenho a série Feios na minha lista de desejados há tanto tempo, mesmo eu querendo muito lê-la eu sempre acabo passando outros livros na frente, então a saga acabou ficando para trás, mas um dia quem sabe eu não consigo comprá-la de vez né, afinal a esperança é a última que morre, rsrs.
    Eu ainda não li nenhuma distopia, é uma gênero do qual sou totalmente leigo ainda, mas como gosto de ler livros que levem a reflexões então creio que vou gostar de Feios.
    Abraços.

    http://viciadoemlivrosefilmes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  35. Eu já li o livro, achei muito bom, ele surpreende pelo universo criado com tantos detalhes e trazendo analogias interessantes...
    E é verdade o livro leva a bastante reflexões, estou ansioso para ler os demais livros :D

    ResponderExcluir
  36. Hum... tenho esse livro, mas nunca li, apesar de me interessar muito, o enredo é interessante e também ja me indicaram muito o livro. Não sou fã de distopias, mas sempre gosto de ler elas é legal pra variar. Gostei de saber porque as pessoas querem ser perfeitas, a questão socialogica, não sabia disso. Bem, uma coisa que me desanima a ler é que só tenho o livro 1, ai vou ficar doida pelos proximos, então vou ler só quando completar a coleção.
    bj

    ResponderExcluir
  37. Eu tenho essa série em casa, mas eu ainda mão comecei a ler. Tenho meio que um trauma com o autor. Eu gosto bastante desse ambiente distópico. Adorei a resenha e fiquei bem tentada a começar a ler a série.
    beijos

    ResponderExcluir
  38. Adorei sua resenha,eu não li o livro,não sei porque nunca me interessei por ele,mas sua resenha me despertou um pouquinho de vontade...

    bjsss

    Bianca

    http://www.apaixonadasporlivros.com.br/

    ResponderExcluir
  39. Não me pareceu ruim pelos seus comentários, mas acho que não é o tipo de leitura que quero ler agora.

    ResponderExcluir
  40. Eu tinha empacado totalmente na leitura desse livro mais por causa do começo sem muito sentido, mas levando em consideração sua resenha talvez eu comece a relê-lo.

    ResponderExcluir

 
© Copyright 2014. Todos os Direitos Reservados.